21/07/2020

TELMA DEFENDE VALORIZAÇÃO PERMANENTE DA GUARDA MUNICIPAL

Homenagem prestada aos agentes ofendidos por desembargador resgatam o debate sobre valorização integral da categoria

A postura dos guardas municipais Roberto Guilhermino da Silva e Cícero Hilário Roza, diante das ofensas proferidas pelo desembargador Eduardo Siqueira, ao se recusar a colocar a máscara, ganhou destaque nacional e trouxe à discussão o papel da Guarda Municipal no enfrentamento ao novo coronavírus. Atenta ao debate, a vereadora e ex-prefeita de Santos, Telma de Souza, defende a valorização permanente da Guarda Municipal, com recomposição salarial, promoção interna, plano de carreira consistente, ampliação do efetivo e autonomia.

Telma ressalta que as tratativas para a recomposição salarial destes servidores públicos não avançaram. Ela recorda que a Câmara Municipal aprovou benefícios para a categoria, que ainda não saíram do papel. Entre eles, o pagamento de R$ 500 por gratificação de desempenho e adicionais de risco que variam de 30% a 50%, de acordo com a função.

A ex-prefeita também pontua que a corporação necessita que sejam atualizados o plano de carreira e as promoções internas, além da convocação dos guardas aprovados nos últimos concursus públicos. Estes e outros temas foram abordados pela parlamentar em requerimento, questionando o Executivo sobre as medidas. 

O valor de R$ 120 do auxílio para fardamento, contemplando bodas e cintos, foi apontado como insuficiente pela vereadora, que solicitou ainda a apuração de denúncias sobre o fato de, aproximadamente, um terço dos coletes à prova de bala estarem vencidos. O fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) A quantidade de máscara fornecida pela Prefeitura para a corporação, três por agente, também é classificada pela vereadora como abaixo do número ideal.

“É extremamente justo, oportuno e necessário o reconhecimento aos agentes Cícero Hilário Roza e Roberto Guilhermino da Silva, representando a Guarda Municipal. Mas a valorização precisa ser mais ampla e permanente para toda a corporação. São profissionais da linha de frente e precisam de todo respaldo, agora e também posteriormente, para continuar desempenhando o seu papel e recebendo seus direitos adquiridos”, salienta Telma.

Leia também

PROJETO QUE PROÍBE INCINERADOR EM SANTOS TEM APOIO DE 55 ORGANIZAÇÕES AMBIENTAIS 

Ver mais

TELMA DEFENDE VALORIZAÇÃO PERMANENTE DA GUARDA MUNICIPAL

Ver mais

AVANÇA PROJETO QUE ESTENDE CONTRAPARTIDAS PRIVADAS PARA ÁREAS VULNERÁVEIS DE SANTOS

Ver mais