09/02/2021

TELMA PROPÕE CEV CONTRA TERCEIRIZAÇÃO DA SAÚDE MENTAL

Por discordar desmonte da política de Saúde Mental e possibilidade de terceirização do serviço, a vereadora Telma de Souza propôs a instauração de uma Comissão Especial de Vereadores (CEV) em defesa da Rede Atenção Psicossocial (RAPS) da Prefeitura de Santos. O requerimento solicitando a criação da CEV foi apresentado na sessão de quinta-feira (04) e foi encaminhado para análise da Comissão Parlamentar de Constituição e Justiça.

A medida atende uma reivindicação da Frente da Luta Antimanicomial da Baixada Santista. O pioneirismo do Município na história da Reforma Psiquiátrica no Brasil fortalece o pleito. A vereadora Telma, que preside da Comissão Parlamentar de Saúde, acredita que privatizar ou terceirizar o atendimento em Saúde Mental é um retrocesso.

“Fizemos o pedido de instalação de uma Comissão Especial de Vereadores contra a terceirização na Saúde Mental. Nós sabemos que os servidores públicos são essenciais nesse tipo de atendimento pelos vínculos que estabelecem com os usuários e seus familiares, além do tratamento de forma humanizada. Há rumores de terceirização da Saúde Mental e no Samu e precisamos lutar em defesa daquilo que garante a Constituição Federal: a saúde pública”, afirma a ex-prefeita de Santos.

As denúncias de familiares das pessoas atendidas sobre a precariedade na infraestrutura dos equipamentos públicos, a defasagem nas equipes multiprofissionais e falta de medicamentos são constantes. Telma ressalta que “Santos precisa retomar seu protagonismo e sinalizar que é possível impedir o desmonte de conquistas históricas, como Saúde Mental e o Samu. Por isso, questionei o Executivo se há algum plano para terceirizar o serviço, o que seria uma medida perigosa. Saúde Mental, em particular, não pode ser objeto de ganância e nem de lucro"

Luta Antimanicomial
Santos é referência na Luta Antimanicomial no Brasil, com reconhecimento na Organização Panamericana de Saúde (OPAs) e Organização Mundial de Saúde (OMS). Em maio de 1989, quando a vereadora Telma de Souza era prefeita de Santos, ela decretou a intervenção no manicômio Casa de Saúde Anchieta, que, por décadas, adotava medidas subumanas no tratamento psiquiátrico.

Com a medida, Santos se tornou referência para todo o Brasil ao implantar o atendimento humanizado e descentralizado, criar uma nova política de Saúde Mental e implantar os primeiros Núcleos de Atendimento Psicossocial (Naps), atualmente Centro de Atendimento Psicossocial (Caps), do País.

Leia também

PL: TELMA DEFENDE AUTONOMIA DE SANTOS PARA COMPRA DE VACINAS

Ver mais

TELMA PROPÕE HOMENAGEM PELOS 120 ANOS DO BUTANTAN

Ver mais

TELMA COBRA ATENÇÃO PARA ÁREAS DE RISCO NOS MORROS

Ver mais